domingo, 21 de março de 2010

Associação Atlética Caldense


Nome: Associação Atlética Caldense
Alcunhas: Veterana, Verdão, Periquito
Fundação: 7 de julho de 1925 (84 anos)
Estádio: Dr. Ronaldo Junqueira
Capacidade: 14000
Presidente: Laércio Otávio Martins
Treinador: Paulo Sérgio Catanoce

A Associação Atlética Caldense é um clube brasileiro de futebol, com sede na cidade de Poços de Caldas, estado de Minas Gerais. Manda seus jogos no Estádio Municipal Ronaldo Junqueira, suas cores são o verde e branco e seu mascote é o periquito. O clube desenvolve atividades de Futebol, Futebol de Salão, Natação, voleibol, Basquetebol, Futebol Society, Ginástica e Musculação, Hidroginástica, Tênis de Mesa, Tênis, Peteca, Capoeira e Danças, Squash,Yoga,Tai-chi-chuan,Judô mas a grande paixão é mesmo o Futebol Profissional da Associação Atlética Caldense.

História

O futebol chegou a Poços de Caldas em 1904, com a fundação do Foot-Ball Club Caldense. Porém, o primeiro campeonato local só foi disputado em 1920.

A Caldense foi fundada de fato no dia 16 de novembro de 1925, por remanescentes do Foot-Ball Club Caldense. A primeira diretoria do clube teve João de Moura Gavião como presidente, professor Hugo Sarmento como vice-presidente, Romeu Chiacchio como primeiro secretário, Cherubim Borelli como segundo secretário, Caetano Pereira como tesoureiro, Flamínio Maurício como procurador, e Octávio Mantovani como diretor esportivo. A Comissão de Sindicância era composta por João de Oliveira Carmo, Antônio Ricci Júnior, Domingos Lamberti, Vitor Fortunato e Adolpho Guetti. Nesse mesmo ano, o primeiro grande estádio da cidade, Christiano Osório, construído em 1923, passou definitivamente a pertencer à Caldense.

Após reunião realizada no dia 3 de abril de 1926, a Caldense funde-se com o Gambrinus Futebol Clube, originando a Associação Atlética Caldense. A primeira diretoria eleita do novo clube foi teve como presidente o capitão Afonso Junqueira, Fosco Pardini como presidente efetivo e Ulpiano César Mine como vice-presidente. João de Moura Gavião, primeiro presidente da Caldense, desta vez ocupou-se do cargo de tesoureiro, porém falecendo no ano seguinte.

No ano de 1928, o presidente João Porfírio Bueno Brandão resolveu antecipar para o dia 7 de setembro a data de fundação da Caldense, com a justificativa de ser uma importante data cívica e coincidir com o feriado nacional. Somente em 1943, quando João Coelho da Silva presidia o clube, é que esta data foi oficializada pelo Conselho Deliberativo, criado naquele ano.

Desde os primeiros anos, a Caldense foi um clube voltado principalmente para os esportes especializados, tendo conquistado diversos títulos no vôlei, basquete, futsal, natação e outras modalidades.

Em 1968, o time de futebol jogou pela primeira vez em Belo Horizonte. Foi no dia 22 de novembro no Independência, contra o misto do Cruzeiro, que venceu por 3 a 0. Durante muito tempo, a Caldense disputou a Segunda Divisão do Campeonato Mineiro, e somente em 1972 estreou na elite estadual.

Em 2002, a Caldense conquistou o maior título de sua história, ao vencer o Campeonato Mineiro. Na partida do título, dia 5 de maio, vitória da "Veterana" sobre o Nacional de Uberaba, com gols de Gustavinho e Carioca. É preciso lembrar, porém, que nesse ano as equipes grandes do Estado: Cruzeiro, Atlético Mineiro e América Mineiro não disputaram o Campeonato Mineiro, mas sim o Torneio Sul-Minas. Os três times só disputaram o Supercampeonato Mineiro, onde a Caldense acabou sendo vice-campeã.

No Campeonato Mineiro (módulo I) de 2007, a Caldense iniciou a disputa como uma das favoritas às semifinais. Chegou a liderar o torneio porém, após forte queda de rendimento, terminou na décima-primeira colocação e amargou o rebaixamento ao módulo II do futebol mineiro em 2008.

No ano de 2008, jogando pelo Campeonato Mineiro (1ª Divisão módulo II), por pouco a Caldense não conseguiu retornar a elite do futebol mineiro, disputando a última vaga no último jogo com o Uberlândia, porém, mesmo com a expressiva vitória por 3 à 0 contra o time do Poços de Caldas Futebol Clube, não foi possível o acesso, pois o Uberlândia necessitava apenas de si para garantir a vaga na (1ª Divisão módulo II).

Em 2009, após uma bela campanha no Campeonato Mineiro (1ª Divisão módulo II), a Caldense conseguiu retornar a elite do futebol mineiro, ficando atrás apenas do Ipatinga Futebol Clube.

Centro de Treinamentos

Hoje, além de contar com uma sede administrativa e para uso de atividades de lazer pelos associados, a Caldense possui também o Centro de Treinamentos Geraldo Martins Costa, o “Ninho dos Periquitos”, inaugurado no ano de 1996, na administração do presidente Laércio Otávio Martins, hoje o CT conta com:


  • 3 campos de treinamento

  • 11 apartamentos com 44 camas

  • Cozinha industrial

  • Sala com aparelho de TV

  • Sala de recreação

  • Sala de musculação

  • Escritório

  • Sala de departamento médico

  • Piscina aquecida

  • Vestiário para jogadores

  • Vestiário para comissão técnica.

Títulos


Estaduais

Campeonato Mineiro: 2002.
Vice no Supercampeonato Mineiro: 2002.
Campeonato Mineiro da Segunda Divisão: 1971.
Vice-Campeonato Mineiro da Segunda Divisão: 1985.
Vice-Campeonato Mineiro da Segunda Divisão: 2009.

Outras Conquistas

Copa Sul Triângulo: 1974.
Campeonato do Interior de Minas Gerais: 2004.
Torneio Cidade de Poços de Caldas: 1977.

Ranking da CBF

Posição: 201º
Pontuação: 11 pontos

Nenhum comentário:

Postar um comentário