quinta-feira, 18 de março de 2010

Atlético Rio Negro Clube - AM


Nome: Atlético Rio Negro Clube (Manaus)
Alcunhas: Barriga, Preta, Galo da Praça da Saudade
Fundação: 13 de Novembro de 1913
Estádio: SESI
Presidente: Eymar Gondim Pereira
Treinador: Carlos Prata
Atlético Rio Negro Clube é um clube de futebol da cidade de Manaus (Amazonas). Seu apelido é “Barriga Preta”, em alusão ao seu uniforme principal, que tem a camiseta branca com uma faixa horizontal preta. Seu mascote é um galo carijó. É um dos clubes mais antigos da região norte e também um dos mais tradicionais, com participações na Serie A do Campeonato Brasileiro e tendo também revelando grandes jogadores.
Fundação do Rio Negro

Shinda Uchôa, com apenas 14 anos, teve a idéia e insistiu com os companheiros para que criassem um clube. A insistência foi tanta, que no dia 13 de novembro de 1913, às 16h, os rapazes se reuniram no endereço de sempre, residência de um deles, Manuel Afonso do Nascimento. Os meninos fizeram a ata de fundação e no meio da leitura do documento, o momento histórico foi brindado com vinho do porto, saboreado em autênticas taças francesas de cristal bacará. Na mesma ocasião, foi realizada uma eleição e o primeiro presidente foi Edgar Lobão. Shinda ficou como secretário, mas recebeu o título de presidente de honra.
O brinde deu nome ao “Porto de Honra”, solenidade em que, até hoje, o momento da fundação é repetido como aquele de 1913. Das doze taças de cristal, seis foram recuperadas pelo diretor cultural do clube, Abrahim Baze, que criou um museu para guardar a história do Rio Negro. Três delas são usadas no brinde atual pelo presidente e por mais duas autoridades escolhidas por ele durante o evento.Na casa onde o clube foi fundado, hoje funciona o Banco da Mulher, mas, de acordo com Baze, o prédio ainda conserva a mesma arquitetura do início do século.
Grandes atletas
O clube amazonense tem como um dos seus maiores artilheiros o atacante Roberto Almeida Jorge Elias, amazonense, que jogou futebol pelo clube na década de 60 onde marcou muitos gols. Roberto tinha um chute forte e preciso, popularmente é conhecido no Brasil e na Europa como "Berdana", deu muitas alegrias a torcida do "galo" sendo o primeiro atacante na hitória do futebol mundial a marcar gols chutando a bola de bico no ar (sem deixar a bola cair no chão), feito inédito na história do futebol. Roberto, por ter atuado pelo clube durante muitos anos, recebeu o título de sócio benemérito no dia 13 de novembro de 1975.
Histórico em competições
Em 2013 o Atlético Rio Negro Clube completará cem anos. É uma das mais tradicionais equipes do Norte do Brasil sendo um dos três times amazonenses que já jogaram a Série A do futebol brasileiro, fazendo jogos com grandes equipes como Vasco da Gama, Flamengo, Fluminense, Corinthians, Santos, dentre outros clubes possuindo no total seis participações.
O clube possui também algumas participações na Copa do Brasil tendo também uma importante conquista internacional, a Taça Guiana Inglesa, disputada na capital Georgetown. O Rio Negro também foi campeão da Taça Amazônica de 1928 disputada entre times do Amazonas e Pará, foi campeão da Copa Norte-Nordeste de 1975, além do título da Taça Norte de 1986.
Curiosidades
  • Atualmente o Rio Negro contratou para seu elenco vários jogadores considerados refugos no futebol, ou seja, jogadores que não dão mais certo nos grandes centros futebolísticos e acabam suas carreiras de atreta no time do Rio Negro.
  • O maior artilheiro em uma temporada pelo Rio Negro foi Lívio com 22 gols em 29 partidas disputadas no ano de 1976.
  • A maior goleada sofrida foi justamente para o maior rival Nacional por 12-0 no dia 19 de Abril de 1914.
  • A maior goleada aplicada foi um 10-3 sobre o Independência no dia 12 de Julho de 1942.
  • O gol mais rapido feito com a camisa barriga preta foi também o mais rapido da história do futebol Amazonense, o gol foi marcado por Carlos Alberto Silva que estreava no Rio Negro aos 10 segundos de jogo, no empate de 2-2 contra o São Raimundo no dia 22 de Junho de 1989.
  • O recordista de gols em uma única partida foi o jogador Indio, que marcou 5 gols na vitória do Rio Negro de 6-1 frente ao Penarol no dia 12 de Maio de 1984.
  • O goleiro com maior tempo sem tomar gols vestindo a camisa barriga preta foi Luís Roberto, que passou exatos 802 minutos sem tomar gols, sequencia quebrada por Cido, atacante do Princesa do Solimoes no jogo Rio Negro 2-1 Princesa.
  • Os recordistas de titulos pelo Rio Negro foram Luís Roberto e Kleber Brito, com 4 titulos cada um.
Rivalidade
O Rio Negro tem como rival número um o Nacional, e com este faz o clássico mais antigo da Região Norte e o maior clássico futebolístico Amazonense, o Rio-Nal que por muito tempo concorria com o clássico paraense "Re-Pa" o titulo de maior clássico de futebol do norte. As duas equipes chegaram a disputar jogos pelas Séries A e B do Campeonato Brasileiro, e também na Copa do Brasil.
Outros rivais
Além do Nacional, o Rio Negro encontra também grande rivalidade no Fast e no emergente São Raimundo, Fast - Com o Fast a rivalidade é de longa data, pois o Fast principalmente nas décadas 50, 60 e 70 representava uma terceira força do Futebol Amazonense, o que o tornava sempre um adversário difícil e também chamava grande atenção da imprensa local.
São Raimundo – Uma rivalidade nova, pois com o crescimento repentino do São Raimundo e as finais que os dois clubes fizeram no final dos anos 90 acirrou-se os ânimos entre os torcedores, o que também chamou grande atenção para os confrontos seguintes.
Estrutura

O Rio Negro conta com uma boa estrutura: Na sede do clube localizada na Praça da Saudade, próximo ao Centro Antigo de Manaus é possível ver a sala de troféus onde estão todos os títulos do clube "barriga preta", além de quadros e medalhas das grandes equipes de futebol e futsal do clube.
Piscinas para Sócios. Uma bela Sede Social que tem o Salão dos espelhos. Um Ginásio Poliesportivo com 2.000 lugares

Torcida
A torcida do Atlético Rio Negro Clube é reconhecida historicamente como a segunda maior torcida do Amazonas com muitos torcedores também no interior do estado, sendo que conta com as seguintes torcidas:
  • Mancha Negra
  • Galo Amor
  • Galo Gay ou Galo Feliz(Inativa)
  • Galo Hulk (Inativa)
  • Galoucura (Inativa)
  • Galorota (Ativa)
  • Galo de Guerra (Ativa)
  • Alvinegros (Inativa)
  • Alvinegros Sofredores
Uniforme
O uniforme do Rio Negro constitui de: camisa branca com a famosa faixa horizontal preta cortando-a ao meio (daí o apelido "Barriga-preta"), calção e meias pretos. A combinação de cores é invertida no segundo uniforme.

Escudo

O escudo do Rio Negro é constituído de um círculo preto com seis furos vazados (quatro embaixo e dois em cima) e as letras ARNC dentro do círculo.

A crise do Galo

Após o título estadual de 2001, o Rio Negro passou por uma grave crise financeira, que deixou o clube sem títulos, resultando num rebaixamento a Série B do Estadual em 2008, obtendo nessa temporada a pior campanha de sua história. Após o rebaixamento, no primeiro semestre, ao disputar a Segunda Divisão, no segundo semestre, ganhou os dois turnos, sagrando-se campeão amazonense da Série B por antecipação, e dando fim ao jejum de 7 anos sem titulos.
Mas os problemas de 2008 voltam a assombrar o clube em 2009. O clube é novamente rebaixado para a segunda divisão do futebol do Amazonas, ficando na 10º colocação entre 10 times, com 7 pontos ganhos. Como neste ano não houve mudança no regulamento da competição, o clube jogará a segunda divisão somente em 2010.
Títulos
Internacionais

Taça Internacional Guiana(Disputado em Georgetown): 1980
Interegionais
Copa Norte-Nordeste: 1975

Regionais

Taça Norte: 1986
Taça Amazonica Amazonas/Pará: 1928
Estaduais
O clube barriga preta é o 2° maior colecionador de títulos do futebol amazonense:
Campeonato Amazonense: 17 vezes (1921, 1926, 1927, 1931, 1932, 1938, 1940, 1943, 1962, 1965, 1975, 1982, 1987, 1988, 1989, 1990 e 2001).
Vice-Campeonato Amazonense: 14 vezes (1966, 1973, 1974, 1976, 1979, 1980, 1983, 1984, 1985, 1986, 1992, 1998, 1999 e 2003).
Campeonato Amazonense - 2ª Divisão: 1 vez (2008).
Torneio Início: 11 vezes (1933, 1966, 1968, 1969, 1979, 1980, 1982, 1983, 1990, 1995 e 2002).
Categorias de Base

Campeonato Amazonense Sub-20: 1999, 2000 e 2001.
Ranking da CBF

Posição: 74º
Pontuação: 183 pontos

Nenhum comentário:

Postar um comentário