quarta-feira, 24 de março de 2010

Grêmio Esportivo Novorizontino


Nome: Grêmio Esportivo Novorizontino
Alcunhas: Tigrão
Mascote: Tigre
Fundação: 11 de março de 1973
Estádio: Jorge Ismael de Biase
Capacidade: 16.000

O Grêmio Esportivo Novorizontino foi um clube brasileiro de futebol da cidade de Novo Horizonte, interior do Estado de São Paulo.

História

Fundado no dia 11 de março de 1973, com o nome de Pima Futebol Clube, era formado na época, em sua maioria, por funcionários de uma fábrica de calçados que levava o nome de Pima. Essa escola-fábrica assistia crianças carentes em forma de orfanato.

Em 1976, depois de brilhar no futebol amador, conquistando o bicampeonato da Liga Catanduvense de Futebol em 1974 e 1975, o então presidente Arneldo Sauressing e diretoria resolveu inscrever o time no profissionalismo, colocando-o na 3ª Divisão do Campeonato Paulista. Como não poderia se chamar Pima, o presidente Arneldo, que era gaúcho, resolveu homenagear o Grêmio de Porto Alegre, colocando o nome "Grêmio Esportivo Novorizontino".
As cores amarelo e preto são originárias das cores da fábrica. O mascote do time é o Tigre, por também ter as cores do clube. Foi no ano de 1977 que assumiu a presidência do clube o empresário Dr. Jorge Ismael de Biasi, quando o time se transformou em um clube de futebol, conquistando títulos e revelando jogadores como Paulo Sérgio, Márcio Santos (da Seleção tetracampeã), Maurício (goleiro do Corinthians), Helder, Alessandro (ambos do Santos), Luis Carlos Goiano (do Grêmio de Porto Alegre), e muitos outros.

Foi também o Dr. Jorge Ismael de Biasi que levou o clube à conquista do vice-campeonato paulista de 1990, onde o Tigre perdeu o título na final para o Bragantino, depois de dois empates.
O presidente Dr. Jorge Ismael de Biasi construiu também o estádio Jorjão, com capacidade para 16.000 pessoas, um magnífico centro de treinamento com dois campos de futebol, além de outros confortos que muitos clubes brasileiros não possuem.

Em 1994, a família Chedid assumiu o clube. Não deu certo. O time foi rebaixado para a 2ª Divisão do Campeonato Paulista e se viu obrigado a abandonar a 2ª Divisão do Campeonato Brasileiro. Muitas vezes foi obrigado a deixar Novo Horizonte para realizar seus jogos em Catanduva, Mirassol e outras cidades da região. Em 1999, a equipe é afastada do campeonato.
Boatos sobre o retorno aos gramados

Em 2010, veio à tona de que o Grêmio Esportivo Novorizontino retornaria ao futebol, mas o que acontece é que um outro clube criado na cidade em 2001, chamado de Grêmio Novorizontino, que estava inativo desde então, foi filiado junto a Federação Paulista de Futebol em 2010 para inicialmente disputar as categorias de base do futebol paulista. Este clube recebeu o mesmo nome, distintivo e as mesmas cores do GEN. Segundo Marcelo do Prado, diretor do novo Novorizontino, o GEN está com muitas dívidas e também não pertence mais à família De Biase, e sim à família Chedid, e por este motivo não poderia reativá-lo.

Títulos

Nacionais

Campeonato Brasileiro - Série C: 1994.

Estaduais

Vice-Campeonato Paulista: 1990.
Vice-Campeonato Paulista A3: 1981.

Internacionais

Copa Grosseto (Itália): 1994.
Vice-Campeonato Torneio de Acapulco (México): 1993
Vice-Campeonato Copa Decesano (Itália): 1994.

Nacionais

Campeão Amador Regional (Liga Catanduvense): 2 vezes 1974 e 1975.
Grupo Branco do Campeonato Paulista: 1985.
Torneio José Maria Marim: 1987.
Torneio Jorge Biasi: 1988.
Vice-Campeonato Torneio Seletivo do Campeonato Brasileiro: 1993.

Categorias de Base

Copa Aspirantes: 1994.
Vice-Campeonato Copa Aspirantes: 1993.
1ª Divisão do Campeonato Paulista de Juniores: 2 vezes 1988 e 1994

Ranking da CBF

Posição: 103º
Pontuação: 83 pontos

Nenhum comentário:

Postar um comentário