quinta-feira, 22 de abril de 2010

Macaé Esporte Futebol Clube


Nome: Macaé Esporte Futebol Clube
Alcunhas: Alvianil Praiano
Mascote: Leão
Fundação: 17 de julho de 1990
Estádio: Cláudio Moacir Azevedo
Capacidade: 4.000 pessoas
Presidente: Válter Luís Medeiros Bittencourt
Treinador: Dário Lourenço

Macaé Esporte Futebol Clube é uma agremiação esportiva da cidade de Macaé, no Estado do Rio de Janeiro, fundada a 17 de julho de 1990.

História

Foi criado com o nome de Botafogo Futebol Clube. Atualmente é o clube mais representativo e de maior torcida da cidade de Macaé.

Suas cores são azul, amarelo e branco. Por essa razão, a equipe possui a alcunha de Alvianil Praiana.

Inicialmente como clube amador, o então Botafogo, começou a competir no mesmo ano de sua fundação, quando disputou um torneio organizado pela Associação Macaense de Futebol e Escola (AMFE). Nessa competição, o clube disputou o campeonato em três categorias (dente de leite, mirim e infanto-juvenil). Os primeiros títulos vieram na metade dos anos 90, quando o clube conquistou o bicampeonato macaense em (1994 e 1995).

Em 1998, ocorreu a profissionalização do clube, e logo na sua primeira temporada conquistou, de forma invicta, o Campeonato Estadual da Terceira Divisão do Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, o time dirigido pelo técnico Jeová Mattos Ferreira, tinha como maestro o meia-atacante Fernando Macaé, célebre ex-jogador do Bangu Atlético Clube e Botafogo de Futebol e Regatas. Sagrou-se sendo vice-campeão da Copa Rio do Interior e um dos semifinalistas da Copa Rio da Capital, sendo eliminado pelo Fluminense Futebol Clube.

Em 1999, o clube mudou o nome fantasia para Macaé Sports e disputou o Campeonato Estadual da Segunda Divisão do Rio de Janeiro, sagrando-se vice-campeão. O campeão naquela oportunidade foi Serrano Foot Ball Club, de Petrópolis.

Em 2000, a pedido do então prefeito da cidade Sílvio Lopes, o clube fez a sua segunda mudança estatutária e, definitivamente, passou a se chamar Macaé Esporte Futebol Clube.

Em 2002, o Macaé esteve próximo de chegar à elite do futebol do Rio de Janeiro, porém, novamente ficou com o vice-campeonato da Segunda Divisão, fato que se repetiu em 2006.

Em 2003, o clube jogou sua primeira competição nacional, ao disputar pela primeira vez na história o Campeonato Brasileiro da Série C.

Em 2005, o clube contratou jogadores conhecidos do futebol brasileiro, como Donizete, Marquinhos, Sorato e Brener. O Macaé foi o time que mais pontuou no segundo turno do Estadual da Segunda Divisão. No mesmo ano, a equipe ficou com o vice-campeonato da Copa Rio, tendo Brener, ex-Clube de Regatas Vasco da Gama, a artilharia da competição.

Em 2006, além do vice-campeonato da Segundona, o clube ficou em segundo lugar também na Seletiva para a Primeira Divisão, conseguindo a vaga para a elite do futebol do Rio de Janeiro. Porém, essa seletiva foi anulada pela justiça por conta de diversas irregularidades.

Em 2007, o Macaé finalmente realizou o sonho de chegar a Primeira Divisão ao terminar em segundo lugar em uma nova seletiva de acesso.

Em 2008, a equipe, comandada pelo ex-jogador Tita, contou com jogadores experientes como Zada e Geraldo, além de outros emprestados pelo Clube de Regatas do Flamengo, como Bruno Mezenga e o goleiro Cássio, ex-Clube de Regatas Vasco da Gama. O esforço resultou na conquista da oitava posição no Campeonato Carioca, sendo a melhor de todas as outras. Apesar disso, sofreu a maior goleada no campeonato para o Botafogo por 7x0. Como a Associação Desportiva Cabofriense, já tinha obtido vaga pelo vice-campeonato da Copa Rio de 2007, pois ficou em sétimo lugar, O Macaé obteve o direito de disputar a Série C do Campeonato Brasileiro em 2008, competição em que foi eliminado precocemente na primeira fase.

Em 2009, foi comandada por Dário Lourenço, participando do Grupo B do Campeonato Estadual da Primeira Divisão com Clube de Regatas do Flamengo, Botafogo de Futebol e Regatas, Bangu Atlético Clube, Boavista Sport Club, Mesquita Futebol Clube, Volta Redonda Futebol Clube e Friburguense Atlético Clube.

Como seu estádio estava em obras, teve que fazer o mando de suas partidas na Arena Guanabara, em Araruama. Seu desempenho foi considerado satisfatório, pois só ficou atrás dos quatro times considerados grandes, garantindo uma vaga na Série D do mesmo ano.

Na disputa da Série D, a equipe macaense surpreendeu a todos, sagrando-se vice-campeã da primeira edição do campeonato e conseguindo o acesso à Série C de 2010.

Títulos

Campeonato Carioca da Terceira Divisão: 1998

Curiosidades


Antes do surgimento do Macaé Esporte, outras quatros agremiações tentaram alcançar a elite do futebol do Rio de Janeiro: O União Nacional Futebol Clube, entre (1988-1992), o União Macaé Futebol Clube, entre (1992-1995), além da Associação Esportiva Macaé Barra Clube, em (1996). Todos na verdade foram a mesma equipe, que acabou mudando de nome ao longo dos anos. A cidade ainda abriga o Independente Esportes Clube Macaé, que já disputou também o segundo escalão do futebol do Rio de Janeiro e se encontra atualmente na Terceira Divisão de Profissionais do Rio de Janeiro.

Jogadores históricos



  • Fernando Macaé


  • Nélson


  • Jones


  • Donizete


  • Sorato


  • Yan


  • Steve


  • Pachola


  • Samú


  • Roma


  • Wallacer


  • Marquinhos


  • Brener


  • Cássio

Ranking da CBF

Posição: 208º
Pontuação: 11 pontos