quarta-feira, 7 de abril de 2010

Tubarão Futebol Clube


Nome: Tubarão Futebol Clube
Alcunhas: Peixe, Peixão, Tricolor
Mascote: Tubarão
Fundação: 25 de Maio de 1992
Estádio: Anibal Torres Costa
Capacidade: 15.000 pessoas
Presidente: Amauri de Oliveira

Tubarão Futebol Clube é uma agremiação esportiva da cidade de Tubarão no Estado de Santa Catarina.


História

O Tubarão Futebol Clube surgiu da dissolução do Esporte Clube Ferroviário, com o objetivo de criar um time com maior apelo popular e brigar por títulos. Isto teve início no dia 25 de maio de 1992. Manteve-se os sócios patrimoniais do extinto Ferroviário e teve admissão de novos sócios patrimoniais ao Tubarão Futebol Clube. O Conselho Deliberativo ficou formado por cem sócios. Foi definido que Antônio Olívio Benedet seria o presidente da equipe.

No final do ano de 1995 diretores do Hercílio Luz e do Tubarão assinaram um contrato de união. Dessa forma, o Tubarão passou a ser uma grande força no esporte catarinense sendo o primeiro clube a ter dois estádios e um ginásio. A equipe possuía o estádio Anibal Torres Costa do Hercílio Luz para mandar seus jogos profissionais, e o estádio Olimpico Domingos Silveira Gonzáles e o Ginásio José Warmuth Teixeira para suas categorias de base e lazer dos associados.

O número de torcedores nos jogos aumentou coisa nunca vista na cidade de Tubarão. O clube disputou campeonatos brasileiros, Copas Sul e Copas Sul-Minas e conquistou várias taças ao longo de suas disputas, entre eles torneios amistosos disputados na Europa.

Em 1998, o Tubarão disputou a final do Campeonato Catarinense, contra o Criciúma Esporte Clube. A partida foi apitada por Luiz Orlando de Souza, o qual entrou em uma polêmica após anular um gol da equipe de Tubarão aos 44 minutos do segundo tempo. A partida ficou empatada sem gols, dando o título ao Criciúma no Heriberto Hülse. As duas equipes se encontraram de novo em uma final no semestre seguinte, pela Copa Santa Catarina. O Tubarão jogou com os juniores e venceu a equipe de Criciúma por 2x1.

Em 2001, o Tubarão Futebol Clube conseguiu sua melhor posição em um Campeonato Brasileiro. Ficou em sexto lugar, posição esta que nenhum clube de Santa Catarina tinha chegado. Disputou pela primeira vez a Copa Sul-Minas em 2003 e terminou em quinto lugar.

Em abril de 2005, após o Campeonato Catarinense, o Tubarão Futebol Clube decidiu se licenciar do futebol profissional por questões financeiras, deixando de disputar a 1ª divisão do Campeonato Catarinense nos anos seguintes.

Títulos

Campeão do 1º Turno do Campeonato Catarinense: 2 vezes - 1996, 2001
Campeão do 2º Turno do Campeonato Catarinense: 1997
Campeão do Torneio Seletivo do Catarinense: 2000
Campeão da Copa Santa Catarina: 1998
Vice-Campeão do Campeonato Catarinense: 1997
Vice-Campeão do Campeonato Catarinense: 1998

Ranking da CBF

Posição: 158º
Pontuação: 26 pontos

Torcidas Organizadas



  • Força Tubaronense

  • Camisa 12

  • Fúria Tricolor

Rivalidade

Os principais rivais do Tubarão são o Criciúma Esporte Clube e o Associação Cultural, Recreativa e Esportiva ATLÉTICO Cidade.